Home Sobre Anuncie Contato

Entrevista: Bartô Sprinter

postado por Minha Vida de Cão


Nosso entrevistado de hoje é o Bartô Sprinter. Conheci ele através da internet e acredito que seja uma grande inspiração para todos nós.

Vamos a entrevista:

Se apresente e conte sua história!
Olá sou Bartolomeu de Robert Teixeira, mais conhecido como Bartô SPRINTER, tenho 28 anos, casado com uma linda mulher, atleta paralímpico profissional de atletismo, acadêmico de educação física! Sou deficiente físico cadeirante devido a um acidente de moto em 2008. De lá pra cá minha vida mudou muito. Sou grato à cadeira de rodas que através dela eu voltei a viver e acreditar com muita intensidade e alegria. Uma boa parte dessa alegria devo ao esporte que me projetou para o mundo. Hoje o BARTÔ Sprinter é conhecido dentro e fora do país, então não tenho motivos para não ser feliz e ser grato a ela, à vida e a todos que caminham comigo.

Como é ser cadeirante e atleta no Brasil?
É ser de fato um super herói, afinal estamos no país do futebol, mas temos nosso espaço também, hoje o Brasil é a 6° potencia mundial em paralímpiadas. É muito gratificante saber que fazemos isso por nosso país, com menos da metade do que se investe no futebol por exemplo. Mais não adianta reclamar, temos que ir à luta, então se hoje somos a 6° potencia mundial é porque queremos mudar essa situação, que o esporte seja pra todos e não apenas pra uma única modalidade.

Você lembra da sua primeira medalha? Qual foi o sentimento?
Lembro de todas as medalhas que conquistei até hoje, é uma coisa indescritível falar sobre sentimentos de ganhar uma medalha, mesmo eu que esteja habituado a ganhar muitas! É algo único e emocionante, saber que você é capaz daquilo mesmo sendo um deficiente físico, aos olhos de muitos não sabem o quão eficiente somos.

O que o esporte mudou na sua vida?
Além de ser minha forma de ganhar a vida e pagar as contas (risos), ele me dá esperança e muita alegria, saber que hoje sou um referência para outros jovens, mesmo sem deficiência! Isso é muito gratificante, não busco fama, mas ela veio comigo, são coisas que o esporte paralímpico me proporcionou. É algo mágico.

Quem é sua inspiração e por quê?
Minha maior inspiração sem dúvidas foi o médico falando que a minha vida tinha acabado! Ele sim foi a minha maior inspiração, através dessas palavras eu quis mudar o jogo, falar e provar que o destino de nossas vidas somos nós que damos, somos o piloto e passageiro do nosso destino. Como sou grato a ele por falar que não iria conseguir, até hoje busco algo grande como ser o melhor do mundo por exemplo, mas sem perder a humildade e o sorriso.

Quais suas dicas para jovens que querem ser atletas?
Seja você um deficiente ou não, você que determina onde quer chegar. Avante sonhador, faça seu mundo!

Suas metas para 2018?
O ano de 2017 foi mágico, muitíssimos títulos e medalhas, recorde brasileiro, muitos amigos e admiradores. Para 2018 desejo que seja tão bom quanto foi 2017.

Deixe um recado para os leitores do blog e admiram seu trabalho!
Aos leitores eu deixo minhas mídias sociais: instagram , página Barto Sprinter. E que todos corram atrás de seus objetivos mesmo, o que parece improvável, ele só será improvável se você acreditar que vai.        


Para mais informações sigam ele nas redes sociais.

Espero que tenham gostado!!!
Beijos e Lambidas.
Cris e Pipa


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário