Home Sobre Anuncie Contato

Entrevista com Mônica Salgado

postado por Minha Vida de Cão


Olá meus amores!!! Hoje presenteio meus leitores com uma entrevista que fiz com a querida Mônica Salgado. Ela é, ninguém mais, ninguém menos, que a diretora da revista Glamour. Sabe aquela pessoa que te cativa logo de cara? Ela é assim... além de ser super simpática, simples, linda e muito inteligente. Tudo em uma mulher só. Já a admirava muito, agora virei fã!!!
Vamos a entrevista:

Sua história:
Formada em jornalismo pela PUC-SP, com MBA em Marketing de Moda, Mônica foi redatora-chefe da revista Vogue, da mesma editora, antes de assumir a direção da Glamour.
Com 13 anos de uma carreira focada no universo feminino, Mônica passou também pelas redações da Elle, da Contigo e da revista TPM, além de ter colaborado com as revistas Veja, Exame, Capricho, Quem, o jornal O Estado de São Paulo, entre outros veículos. Além do jornalismo impresso, esteve à frente de um quadro de moda no extinto programa de TV Novas Ideias, da Bandeirantes. Trabalhou em assessoria de imprensa e no departamento de marketing de empresas de moda.  

Trabalhar na Glamour é o sonho de 9 entre 10 meninas. O que precisa ter para realizar este sonho??
Um mix de talentos, mas se tiver que citar um só, seria o famoso, bom e velho 'sangue' nos olhos. É a característica que mais admiro em um profissional, o tesão. A capacidade de se vislumbrar, dos olhos brilharem, a vontade de fazer. Aquela excitação que dá quando você tem uma ideia bacana ou quando você tem um projeto bacana nas mãos. Eu acho que essa é a característica que não só na Glamour, mas em todo mercado de trabalho, está em falta. É a que eu mais eu busco e mais eu admiro em um profissional.

Um ícone de moda?
Costanza Pascolato, porque ela tem uma capacidade incrível de não datar e evoluir conforme os tempos pedem. Ela tem um olhar muito generoso sobre o mundo. Ela divide o conhecimento com extrema generosidade que também é uma coisa rara. Ela nunca perde a curiosidade diante das coisas, pois têm fenômenos novos de comportamento que pipocam diante dos nossos olhos todo momento, toda hora, e a Constanza tem uma sede inigualável, que poucas vezes eu vi na vida, de se alimentar destes fenômenos, de olhar para eles sem nenhum preconceito. É uma profissional muito admirável, muito generosa, que eu tive essa sorte de conviver na época da Vogue e convivi muito mais do que convivo hoje. É sempre um bate papo muito agradável quando a gente se cruza aí numa plateia de desfile.   

Você costuma ler Blogs? Se sim com quais temas?
 Leio eventualmente, mas hoje em dia leio muita revista. O pouco tempo que eu tenho, tenho que ser muito seletiva. Tenho que ler as coisas que acredito que vão realmente mudar minha vida e que vão acrescentar muito no trabalho que eu faço. Então eu leio muita revista, e me informo basicamente pelo Instagram. Compro muita revista, tanto nacional tanto lá de fora, leio praticamente todas as Glamours tirando a russa (risos). São 16 no total. Blog mesmo, site, é mais difícil conseguir, com exceção do site, da Glamour que eu entro de cinco em cinco minutos.

Qual sua dica para nós, blogueiras iniciantes?
A decisão numero um que você deve tomar, e a mais importante, que é: pra onde eu vou? Eu vou fazer um blog do que? Qual vai ser a minha especialidade? Pra onde eu vou focar o meu olhar? Ter uma marca registrada. É claro que você não precisa se escravizar nessa única escolha. Mas você ter um viés pelo qual o seu blog vai ser conhecido é fundamental, e para isso você tem que ter muita clareza de quem você é do que te faz feliz, o que te desperta esse brilho no olhar que eu falo tanto sobre brilho no olhar. Brilho no olhar, brilho no olhar... mas quando é uma coisa que dá tesão da gente olhar, da gente escrever, da gente dividir, o olho brilha na hora. Então eu acho que a gente não pode nunca perder de vista essa necessidade de focar naquilo que realmente nos torna brilhantes, nos torna exultantes, que nos torna energéticos, nos torna excitados, porque é isso provavelmente, é aí que vai estar a semente do nosso sucesso profissional. 

Mãe, esposa, diretora de uma super revista, como você arruma tempo para tudo?
Pois é, eu não arrumo tempo pra tudo. Acho que como todo mundo hoje, sou multitarefas, estou sempre buscando encaixar os compromissos no meu dia que sempre parece ser insuficiente para fazer tudo que eu gostaria. Mas eu não posso reclamar não. Eu acho minha vida muito equilibrada nesse sentido, eu faço o que eu amo, eu acho que consigo separar os meus fins de semana para estar com a minha família, me dedicar a eles. Durante a semana realmente é mais corrido. Eu tenho minha ginástica eu tenho minhas coisas, reuniões fora, eventos,  tenho meu dia-a-dia aqui na Glamour, eu não consigo tanto, mas nos fins de semana eu tento, o máximo possível, me dedicar a eles. Então eu acho que assim a gente vai conseguindo se equilibrar dia após dia, semana após semana, uns dias mais bem sucedidos outros menos, mas acho que na conta geral eu não tenho do que reclamar. Mas eles também não têm do que reclamar de mim não viu!!!

Qual mídia social você acha mais importante e porque?
Não acho que dê para elencar por importância. Eu acho que depende do seu negócio do seu objetivo. São muitas variáveis em jogo. Hoje o Instagram é minha mídia preferida, mas para uma revista como a Glamour, por exemplo, ele não trás tantos frutos como o Facebook. No Facebook a gente consegue linkar matérias e trazer audiência pro site o que é muito mais interessante em termos de retorno. Ainda que o Instagram seja muito importante, tem uma comunicação muito precisa e muito direta com a nossa leitora, então é importante ser trabalhado, é o meu grande xodó. Mas têm mídias que trazem uma audiência direta que no pacote elas terminam sendo mais interessantes para gente.

Itens indispensáveis na sua nécessaire?
Olha eu sou tão óbvia porque as meninas vivem falando "Môni põe um batom assim", mesmo as minhas seguidoras no Instagram você só usa batom nude, que saco, que tédio. E realmente a minha nécessaire é um saco, é um tédio, porque eu uso as mesmas coisas, sempre. Eu uso um bom bb cream da Clinique, que eu acho que é a base de tudo, eu amo. Ele deixa a pele brilhante, não matifica tanto  quanto alguns outros; ele é leve mas ao mesmo tempo tem uma boa cobertura, virou meu produto queridinho, não vivo sem. Um bom corretivo: eu uso o Touche Éclat da YSL. Coloco uma sombra clara na pálpebra para abrir o olhar, pra dar uma iluminada. Batom nude não tem jeito, é como eu me sinto bem, é meu batom do dia-a-dia. Blush eu gosto mais de pós bronzeadores ou eu uso da Mac ou da Guerlain, da linha Terra Cota. E um bom rímel... nossa, eu sem rímel, me sinto completamente não eu! E agora eu estou testando aquele Grandiôse de Lancôme, e estou amandooo.

Todo mundo acha que sua vida é só glamour, que ganha muitos presentes, que vive rodeada de famosos. É verdade? Essa vida nunca te deslumbrou?
Ahhh tem muito glamour, óbvio, não só é óbvio que é muito mais que isso. Mas tem bastante glamour sim, presentes de gente querida. Rodeada de famosos nem tanto. Eu acho que o nosso dia-a-dia é muito trabalho duro: dez, doze, treze, quatorze horas de jornada diária que a gente acaba tendo pra colocar essa revista de pé. Mas eu acordo as sete da manhã e já estou na ativa. Já estou super checando o Instagram, e-mail, mandando alguma coisa, o site não para. Na verdade, hoje eu sou gestora de uma marca, que é a marca Glamour, que tem a revista, mas que tem o site, as redes sociais, os eventos... enfim, é uma marca complexa que me demanda bastante. Então, tem ônus e bônus, claro que tem muito mais bônus do que ônus, e é por isso que eu amo tanto o que eu faço.

A Glamour tem camisetas, bonés, malas. Esses produtos são vendidos?    
Infelizmente não ainda, mas a ideia é que eles sejam o quanto antes comercializados. É uma decisão um pouco mais complexa e demorada porque envolve o pagamento de royalties, enfim... Mas está sim nos nossos planos. Eu acredito muito nesse caminho. Desde a nossa primeira edição a gente vem trabalhando isso e acho que hoje a gente já tem uma marca forte o suficiente pra acreditar que pode extrapolar essa marca muito além da produção de conteúdo, mas também  com a produção de roupas, de objetos de desejo mesmo. Então torce ai, se Deus quiser em breve teremos boas noticias.

Sem duvida vamos esperar ansiosas pelos produtos da Glamour não é mesmo meninas??
Sou doida pela camiseta e pelo boné, acho tudo tão lindo e delicado!!!

Espero muito que tenham gostado!!!
Beijos e Lambidas.
Cris e Pipa


4 comentários:

Comentários
4 Comentários
  1. Oi Cris, tudo bom?

    Parabéns pela entrevista, está demais. Não sabia quem ela era, mas gostei de descobrir mais sobre ela. Parabéns pelo blog!!

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótimo e você?
      Obrigada, fico muito feliz em saber
      que gostou. beijos

      Excluir
  2. Muito bom seu blog e interessante. Me chamou a atenção pelo nome rsrsrsrs

    Parabéns e abraços!

    http://www.ezequiel-domingues.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Ezequiel, bom saber que gostou.
    O nome é diferente hahahaha
    beijos

    ResponderExcluir